Associação de Pesquisadores em Arte Sequencial

Ultimas Postagens
Destaques e Notícias
COMO FOI O II ENCONTRO COM TRINA ROBBINS

COMO FOI O II ENCONTRO COM TRINA ROBBINS


No dia 28 de setembro ocorreu na ECO/ UFRJ o II Encontro de Trina Robbins com várias quadrinistas brasileiras. Membro honorária da ASPAS, Trina Robbins veio ao Brasil pela segunda vez. Na sua primeira visita, em agosto de 2015,  em São Paulo,  ela realizou sua primeira reunião com quadrinistas brasileiras, quando na época participava das Jornadas Internacionais de Quadrinhos, realizadas na ECA/USP. 
Trina Robbins, ao centro, ladeada por Octavio Aragão e Amaury Fernandes, acompanhados da equipe da SIQ.
Agora, dois anos depois, foi a vez da quadrinista e pesquisadora visitar o Rio de Janeiro e participar da Semana Internacional de Quadrinhos (SIQ). Trina Robbins realizou uma verdadeira maratona, de dar inveja a muito jovem pesquisador(a). Ela chegou no dia 26 de setembro  e no mesmo dia deu entrevistas e participou de uma conferência na SIQ. Auditório, por sinal, lotado. Alunos, professores e fãs estavam compareceram ao evento. Um verdadeiro sucesso. No dia 27, a autora participou de um bate-papo na Blooks, livraria que patrocinou sua vinda ao evento. 
Trina Robbins e Maiara Alvim (intérprete), na Blooks.
Por fim, no dia 28 se setembro ela se reuniu pela manhã com várias cartunistas brasileiras (clique aqui para mais informações), não apenas do Rio de Janeiro mas, também, de outros estados e até regiões. Todas elas, muito emocionadas, ouviram Trina Robbins falar sobre sua trajetória, que por sinal pode ser lida em detalhes em seu novo livro, Last Girl Standing, lançado recentemente nos Estados Unidos e, claro, falaram para ela sobre seus projetos. Uma manhã muito produtiva que, tenho certeza, deixou marcas em todas as pessoas presentes. 
Trina Robbins e as participantes do "II Encontro com Trina Robbins."
Tudo isso só foi possível através da parceria entre a organização da SIQ, representada por Octavio Aragão e Amaury Fernandes que generosamente cederam espaço na ECO/USP para a realização do encontro e, claro, a própria Trina Robbins, que se dispôs a contar e ouvir histórias. Agradecemos ainda às aspianas Maiara Alvim, que atuou como intérprete e Catia Ana Baldoíno, responsável pela criação do material gráfico que foi utilizado para a divulgação do evento.

Leia alguns depoimentos:
O encontro com Trina Robbins foi uma injeção de entusiasmo para mim. Fazer quadrinhos é com frequência uma atividade solitária, porém, quando nos unimos de forma produtiva, é possível sentir o quão próximas estão as nossas trajetórias apaixonadas nesse campo pouco profissionalizado e dominado por homens. Mais do que tudo, esses momentos abrem caminho para a transformação e a potência. Sou grata pela presença inspiradora de Trina e de todas as artistas e pesquisadoras em quadrinhos!

Aline Lemos


Foi muito legal esse tempo pra conhecer pela própria Trina o trabalho dela. Imaginar o cenário e ambiente fechado às mulheres na época que ela começou a trabalhar, que nem é tanto tempo assim, me fez pensar na importância de se manter o resgate da historia das mulheres nos quadrinhos e ao mesmo tempo de continuarmos abrindo caminho no cenário atual, para nós e para as futuras quadrinistas.
Catia Ana Baldoíno


Uma experiência que fica como referência. Conhecer em pessoa uma das figuras de ponta dos quadrinhos de militância, é inspirador e transformador. Trina não é só generosa, mas elétrica. Quero ser Trina quando crescer!
Thaís Linhares